Resenha : Guia dos Mochileiros da Galáxia de Douglas Adams (Desafio Literário 2013)

27 fevereiro 2013

Olá !


"Muito além dos confins inexplorados da região mais brega da Borda Ocidental desta Galáxia, há um pequeno sol amarelo e esquecido. Girando em torno deste sol, a uma distância de cerca de 148 milhões de quilômetros, há um planetinha verde-azulado absolutamente insignificante, cujas formas de vida, descendentes de primatas, são tão extraordinariamente primitivas que ainda acham que relógios digitais ainda são uma grande ideia".


Nesse mês de fevereiro, o tema do Desafio Literário 2013 eram livros que nos faziam rir, a minha opção escolhida foi o livro "Guia dos Mochileiros da Galáxia".


Guia dos Mochileiros da Galáxia 
Douglas Adams
Editora Arqueiro
156 páginas 


Sinopse
Arthur Dent tem sua casa e seu planeta (sim, a Terra) destruídos em um mesmo dia, e parte pela galáxia com seu amigo Ford, que acaba de revelar que na verdade nasceu em um pequeno planeta perto de Betelgeuse.

Considerado um dos maiores clássicos da literatura de ficção científica, este livro vem encantando gerações de leitores ao redor do mundo com seu humor afiado. Este é o primeiro título da famosa série escrita por Douglas Adams, que conta as aventuras espaciais do inglês Arthur Dent e de seu amigo Ford Prefect. A dupla escapa da destruição da Terra pegando carona numa nave alienígena, graças aos conhecimentos de Prefect, um E.T. que vivia disfarçado de ator desempregado enquanto fazia pesquisa de campo para a nova edição do Guia do Mochileiro das Galáxias, o melhor guia de viagens interplanetário. Mestre da sátira, Douglas Adams cria personagens inesquecíveis e situações mirabolantes para debochar da burocracia, dos políticos, da "alta cultura" e de diversas instituições atuais. Seu livro, que trata em última instância da busca do sentido da vida, não só diverte como também faz pensar. (fonte : Skoob)


"Parecia um aparelho absurdamente complicado, e esse era um dos motivos pelos quais a capa plástica do dispositivo trazia a frase NÃO ENTRE EM PÂNICO em letras grandes e amigáveis".


Este livro estava na lista de indicações e como não tinha lido ainda, muitos amigos indicaram e eu o tinha em casa, resolvi optar por essa leitura. 

Já podemos dizer que não é uma leitura comum, é pois é não é. Douglas Adams cria uma realidade paralela onde a Terra é destruída e dois amigos passam a viajar pelo Universo levando somente uma toalha, que é essencial segundo o guia e o próprio Guia, que é um aparelho eletrônico, comparando com algo terráqueo seria como um Ipad, e contém todas as informações necessárias se você for um mochileiro e quiser dar uma voltinha pelo universo conhecendo novos planetas.


"[...] você pode usar a toalha como agasalho quando atravessar as frias luas de Beta de Jagla; pode deitar-se sobre ela nas reluzentes praias de areia marmórea de Santragino V, respirando os inebriantes vapores marítimos; você pode dormir debaixo dela sob as estrelas que brilham avermelhadas no mundo desértico de Kakrafoon; pode usá-la como vela para descer numa minijangada as águas lentas e pesadas do rio Moth; pode umedecê-la e utilizá-la para lutar em um combate corpo a corpo; enrolá-la em torno da cabeça para proteger-se de emanações tóxicas ou para evitar o olhar da Terrível Besta Voraz de Traal (animal estonteantemente burro, que acha que, se você não pode vê-lo, ele também não pode ver você - estúpido feito uma anta, mas muito, muito voraz); você pode agitar a toalha em situações de emergência para pedir socorro; e, naturalmente, pode usá-la para enxugar-se com ela se ainda estiver razoavelmente limpa".


Eu resumiria esta resenha dizendo que este é um livro para nerds, não só claro, mas essencialmente voltado para este público com o qual eu me identifico ao máximo, sim eu sou uma nerd assumida  !




O livro é engraçado porque faz aquele tipo de piada que Sheldon faria em The Big Bang Theory, é nessa linha ... então se não gosta de piadas que misturem física, astronomia e nerdices você não vai gostar desse livro, assim como provavelmente não vai gostar de The Big Bang Theory




 - Tricia McMilliam ? O que você está fazendo aqui ?
 - O mesmo que você - disse ela - Peguei uma carona. Afinal, formada em matemática e astrofísica, o que mais eu podia fazer ? Se não viesse para cá, ia ter que continuar na fila do auxílio-desemprego

Eu tenho certeza que eu se eu tivesse um pouco mais de conhecimento em física e riria muito mais com esse livro, ou pelo menos entenderia por completo algumas piadas.

Além desses momentos nerds do livro, há claro momentos em que o autor usa para criticar  comportamentos e posições que somente terráqueos têm. E isso não é isolado em diversas passagens você percebe cutucadas, tons de ironia  ao comportamento anti-científico, sobre a vida "real", e as bobeiras nossas do dia a dia. enfim nossas idiossincrasias características de um bom primata que não quer ser um primata, mas continua achando uma baita descoberta um relógio digital !

Esse livro virou uma coisa meio parecida com Star Wars, Star Trek com uma legião de fãs que citam e usam frases desse livro no dia a dia (agora eu entendo o que certos amigos me diziam e eu ficava boiando Don't panic!)

Escolhi nessa resenha escrever um pouco sobre as minhas sensações mais do que resumir a história, ficar falando de personagens e contextos, é um livro para rir certo? Eu achei sensacional! Por isso essa pseudoresenha pode parecer estranha, e é para ser mesmo, afinal esse livro não é lá igual a outro por aí. 

Douglas Adams consegue misturar ficção cientifica maluca, com ironia, muita nerdice e um toque de humor para nos dar de presente um clássico da literatura moderna !





Até mais !

8 comentários:

  1. Muito bom, eu adoro esse livro e fiz resenha dele recentemente no meu blog também, mas eu já li ele tem alguns anos, é um clássico e muito divertido!

    Me visita também: http://estandybooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!! Vou dar uma passadinha no seu blog para dar uma olhada sim !
      abraços

      Excluir
  2. Oi, Melissa!
    Tenho uma baita vontade de ler essa série, cheguei a folheá-lo na biblioteca e logo no início notei o tom engraçado dele, agora é achar uma oportunidade de ler e entender as citações que vejo as pessoas falando e que eu não entendo (ainda) rs

    Beigos,
    http://mauraparvatis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maura, leia sim, acho que tem grandes chances de vc gostar!
      abraços

      Excluir
  3. Eu adoro The Big Bang Theory, mas não consigo gostar de Guia do Mochileiro das Galáxias. Tentei ler os livros, consegui com os dois primeiros, mas não me identifiquei com a narrativa do Douglas Adams... Pelo menos é o que eu penso.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A leitura é tão pessoal né? Cada um encara de uma forma e se identifica com um tipo de narrativa, acho isso mais do que normal por isso é legal termos tantos autores e livros. Mas Big bang Theory é ótimo mesmo eu adoro!
      abraços e obrigada pela visita!

      Excluir
  4. Esse livro é mesmo muito bacana, engraçado, e faz cada critica a sociedade, ao comportamento do povo, a politica que só rindo mesmo ahahaha
    Ja li até o vol. 3 e assim que tiver um tempo vou ler o resto hehehe
    TBBT é ótimo tb ahahaha adoro!

    Bjokas
    Flavia - Livros e Chocolate

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi Flavia! pois é TBBT é sensacional mesmo!
      abraços e obrigada pela visita!

      Excluir

Olá ! Obrigada pelo comentário, ele será respondido aqui mesmo, ok!?
Obrigada pela visita e até mais!

 
FREE BLOGGER TEMPLATE BY DESIGNER BLOGS